Festival Às Vezes o Amor

180

A maior edição de sempre do Montepio Às Vezes o Amor foi feita de grandes surpresas e muitas estreias.

GNR, Dead Combo, Carolina Deslandes, Black Mamba, A banda do filme Variações, Viviane canta Piaf, Marco Rodrigues e o duo brasileiro AnaVitória, foram nomes que se estrearam no festival, juntando-se assim a consagrados repetentes como Jorge Palma, Mafalda Veiga, Luísa Sobral, Tiago Bettencourt, Aurea, Amor Electro e João Pedro Pais.

Mas as surpresas não ficaram por aqui. Pela primeira vez, o festival abriu portas a concertos exclusivos e limitados em espaços carismáticos: o duo AnaVitória, que representam também a estreia de um artista brasileiro no festival, atuaram no Clube de Fado, em Lisboa, um concerto totalmente acústico, celebrado à luz de velas.
No Porto, foi o Palacete Silva Monteiro – Casa do Vinho Verde, um dos mais luxuosos palacetes do século XIX, que recebeu Luísa Sobral para um concerto especial, a solo, de celebração de São Valentim.

Os GNR prepararam um alinhamento especial para as duas noites de Coliseus, Porto e Lisboa, uma noite de viagem onde não faltaram clássicos e icónicos temas como Dunas, Video Maria, Popless e Efectivamente.

Mais de 350 pessoas envolvidas na produção desta grande festa de música e emoções, entre artistas, músicos e profissionais, que juntamente com um público vibrante e apaixonado, ajudaram a construir o sucesso desta que foi a6ª edição do festival Montepio Às Vezes o Amor.

15 artistas!
13 cidades!
17 concertos!
Mais de 30 horas de música!
Mais de 15.000 pessoas!

Concepção, produção e comunicação Produtores Associados e Locomotiva Azul.