Luísa Sobral

Luísa Sobral é uma das cantoras-compositoras mais importantes da nova geração de músicos portugueses.

 

Estreia-se em 2011 com ‘The Cherry on My Cake’, álbum muito bem recebido pelo público e pela crítica. Seguem-se ‘There’s A Flower In My Bedroom’ (2013), com convidados como Jamie Cullum, António Zambujo e Mário Laginha, ‘Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa’ (2014), destinado ao público infantil, e ‘Luísa’ (2016), gravado em Los Angeles pelo produtor Joe Henry (Madonna, Elvis Costello, entre outros). ‘Rosa’, o quinto álbum de originais, produzido por Raul Refree (Silvia Pères Cruz, Rosalía, Rocío Márquez) chega em 2018.

 

A sua faceta de compositora vai-se destacando ao longo dos anos, chegando a compor para artistas como Ana Moura, António Zambujo, Gisela João, Sara Correia, Mayra Andrade, entre muitos outros. Em 2017, assina ‘Amar Pelos Dois’, que entrega ao irmão, Salvador Sobral, para interpretar. A parceria fraterna revela-se um estrondoso sucesso: Portugal conquista a sua primeira vitória de sempre na Eurovisão.

 

Luísa volta a expandir os seus horizontes criativos em 2020: lança ’Tudo Lo Que No Está’, single com a cantora espanhola Zahara, e estreia ‘O Avesso da Canção’, podcast no qual conversa com grandes nomes da música portuguesa sobre a arte da escrita de canções. No ano seguinte, regressa as edições com ‘Camomila’ (2021), mini-álbum de canções de embalar que agarra o coração do público mais jovem, e com o single ‘Quero Morar numa Canção’ (2022).

 

Além de ser uma das artistas mais queridas do público português, Luísa tem também uma vasta experiência internacional. Desde 2011, ano em que atuou no mítico programa da BBC “Later…with Jools Holland”, Luísa tem vindo a acumular digressões em países tão distintos como Espanha, França, Turquia, Israel, Austrália, Alemanha, Suíça, Luxemburgo, EUA, Marrocos, África do Sul, Namíbia, Zimbabué, Botswana, Japão, Brasil e Uruguai. Atuou também em festivais como o WOMAD em Adelaide (Austrália), o Red Sea Winter Jazz Festival em Eilat (Israel), Barcelona Jazz Festival, Cartagena Jazz Festival, London Jazz Festival, Cully Jazz, SXSW (Texas, EUA), entre muitos outros.

 

Explorando com leveza os terrenos da pop, ’DanSando’ é o novo álbum de Luísa Sobral: um trabalho íntimo e pessoal, mas também socialmente consciente e implicado, reunindo canções mais luminosas e nas quais amor é a matéria-prima. Produzido pelo vencedor de um Grammy Latino, Tó Brandileone, o disco foi gravado entre Lisboa e São Paulo.

 

“Intrigante e intimista, ‘DanSando’ é um encanto” ★★★★ Songlines (Reino Unido)

 

“Alegre, esperançoso e enérgico como nunca antes” Jazzthetik (Alemanha)

 

“’DanSando’ é um disco de uma escritora de canções segura e maduraVisão

 

“‘DanSando’ é (…) um dos maiores destaques musicais de 2022” Espalha-Factos

Spotify

Clipping

View my Flipboard Magazine.

Newsletter